sexta-feira, 25 de maio de 2012

Como se comunicar, conversar quando você está com raiva do seu namorado, noivo ou marido

Como se comunicar ou conversar quando você está com raiva do seu namorado, noivo ou marido? Esta é uma das questçoes delicadas mais importantes que a mulher deve enfrentar. Cedo ou tarde haverá momentos em que você irá sentir raiva do seu namorado, noivo ou marido. 

Só não se deve, jamais, é copiar a ação da ilustração de Roy Lichtenstein apresentada logo abaixo onde a moça bate no homem. Violência não leva à lugar nenhum. Muito menos na resolução de problemas de relacionamento.


É muito importante aprender a se comunicar de maneira calma e sem impor sua ideias quando se está com raiva. Isto poderá ajudar a evitar discussões desnecessárias em seu relacionamento afetivo.

A comunicação é muitas vezes um grande problema nas relações, sejam elas de qualquer tipo. E a falta de comunicação em um relacionamento amoroso pode ser ainda pior. Muitos sites oferecem conselhos sobre como comunicar-se. Você pode e deve procurar conselhos.

Ter uma boa comunicação em um relacionamento afetivo é poder discutir abertamente sobre seus pensamentos e sentimentos a respeito de uma situação, sem cair na raiva cega ou sem levantar a voz.

É importante como você escolhe lidar com a sua raiva. Você pode se comportar de maneiras destrutivas ou comunicar seus sentimentos de forma racional e eficaz. Saber como lidar com as emoções em seu relacionamento ou casamento pode levar a uma união mais feliz e harmoniosa.

Também é muito importante se aprender que os homens costumam usar modos diferentes de comunicação das mulheres. É necessário também tentar entender os reais motivos atrás da raiva. Isto irá ajudar em sua comunicação com o namorado, noivo ou marido, mesmo que você continue com raiva.


Passos para melhorar a comunicação na hora da raiva com o namorado, noivo ou marido


A razão da raiva
Descubra qual a razão do seu sentimento de raiva. Talvez pareça fácil, mas muitas vezes será muito complicado, pois é necessário se fazer um exame de consciência honesto. 

Um exemplo para entender as nuances dos pensamentos e razões: ficar nervosa porque o namorado chega tarde do trabalho. Neste caso é preciso determinar se é o atraso que incomoda ou se o real motivo é que seu pai sempre chegava tarde do trabalho pois estava traindo sua mãe. 

Coloque-se na posição do seu parceiro. Muitas vezes você irá perceber que ele não lhe irritou de propósito. Avalie também o motivo pelo qual você está zangada. Frequentemente os casais brigam por pequenas coisas enquanto há um problema subjacente que é a verdadeira questão.

Outro exemplo: você foi rude com o seu companheiro por causa  da caixa de leite vazia na geladeira, mas na verdade está realmente brava com a maneira com que ele gasta demais o dinheiro da familia.

Sempre pense claramente sobre qual faceta do problema está realmente lhe irritando. Se você achar que sua irritação é por causa de algo em seu passado e pelo medo de isso acontecer novamente, você pode comunicar isso, conversar e explicar ao seu companheiro, ao invés de ter um surto inapropriado de raiva.


Respire fundo
Antes de falar com seu companheiro quando estiver com raiva, respire fundo. Você precisa estar calma antes de conversar com ele. Isto irá diminuir as chances de o seu namorado, noivo ou marido ficar na defensiva. 


O momento certo
Sempre procure pelo momento certo para ter uma conversa séria. Fale com ele durante o fim de semana, caso ele trabalhe durante a semana e esteja sempre estressado durante a noite. Espere até que ele descanse bem e então aproveite um clima agradável para iniciar a conversa. 

Procure fazer isso em casa. Conversas sérias não devem ser discutidas em restaurantes ou outros locais públicos. Antes de iniciar, para ter certeza de que está no momento certo, faça uma pergunta de "aquecimento", como por exemplo "Como você está hoje?". Isto irá facilitar a conversa séria para ambos os lados.


Seja clara
Explique o que está lhe incomodando de maneira calma e clara. Seja honesta ao explicar o problema. 

Um exemplo: se você percebeu que está realmente com medo de ser trocada por outra mulher, não aja com raiva dele por ter vindo para casa tarde. Ao invés disto, explique a ele o verdadeiro motivo que está lhe deixando chateada ou com raiva. 

Continuando na história do exemplo acima, diga que quando ele chega em casa tarde, você passa a ter a sensação de que ele está sendo infiel. Explique que você sabe que é um pensamento irracional, mas que você está insegura por causa de algo em seu passado.


Ouvir é importante
Ouça o que seu companheiro lhe disser como resposta. Lembre-se de que os homens são propensos a oferecer soluções para os problemas. Desde que eles não se sintam acuados.

Tenha paciência se ele tentar "resolver o problema", pois ele só está tentando ajudar do jeito que sabe. Perceba que muitos homens somente costumam falar mais quando estão dando informações. 

Isto quer dizer que se ele não responder muito, com muitos detalhes, não significa que algo está errado. Ele pode simplesmente não ter muito a relatar.


Calma é poder
Nunca levante a voz enquanto conversa com ele. Mesmo que por algum motivo ele comece a levantar a voz, mantenha a calma. Uma mulher segura e serena consegue pensar melhor.

Fale em um tom de voz mais baixo e evite usar gestos exagerados com as mãos, uma vez que isso poderá ser visto como uma atitude hostil.

Se vocês tiverem filhos, verifique se eles estão por perto quando você falar com o seu marido - o que deve ser evitado a todo custo. Escolha a hora em que as crianças estão na escola ou saíram. Se for necessário, espere até o final de semana quando as crianças estejam fora com os amigos.

Evite insultos. Nada de xingamentos. Se a conversa se ​​transformar em uma competição de gritos, irá perder todo o valor e a razão. E não pense em violência. Não leva à lugar nenhum, ou melhor dizendo, a violência só leva alguém à delegacia e depois ao fórum para o divórcio.

Procure sempre responder de uma forma calma, honesta e fale abertamente sobre quaisquer problemas que você tenha ou sinta. Preste atenção como vocês dois se sentem sobre a situação e tome medidas para chegar a um acordo bom para ambos.


"Não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso."
William Shakespeare


Importante: se vocês estiverem com problemas sérios, muitas brigas e desentendimentos procure um terapeuta de casais, ou mesmo um psicólogo ou médico.


Foto: reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são muito bem-vindos!
Deixem as suas opiniões aqui. São os seus comentários que incentivam a postagem constante.
MUITO OBRIGADA PELA VISITA E VOLTEM SEMPRE!