Cinderela Brasileira: casamento de Sônia Ribeiro e Willy Bogner Jr. em 1972

Casamento em castelo no inverno com neve
Um casamento que foi um verdadeiro conto de fadas de uma Cinderela brasileira



O mês de dezembro é o aniversário de bodas deste casal que estaria completando 46 anos de casamento se Sônia estivesse viva. Infelizmente ela faleceu em 2017 em decorrência de um câncer de fígado, aos 66 anos de idade. Na época do falecimento não quis escrever a postagem, pois acho sem graça querer falar de casamento em dia de funeral de alguém em um blog de casamentos. 

Sônia RibeiroWilhelm Hermann Björn Bogner Jr. casaram-se na capela do castelo de Mühlfeld no mês de dezembro de 1972. A noiva deixou o Brasil aos 19 anos de idade, após concluir os estudos do ensino médio, e foi morar com a irmã em Roma, a atriz Florinda Bolkan. Estudou inglês em Cambrigde nos anos de 1971 e 1972, tendo retornado à Roma. Lá conseguiu um emprego no setor masculino da boutique de Valentino na Via Condotti.

Maria Bogner, a esposa do criador da grife esportiva de esqui e esportes de inverno, Willy Bogner Sr., a conheceu lá. Ficou encantada com a moça brasileira de beleza exótica e com um charme latino especial. E dizem que foi a futura sogra que a escolheu para o filho. A Sra. Bogner convidou Sônia para ser modelo do catálogo da grife Bogner. O fotógrafo era o filho dela, Willy Bogner Jr., campeão olímpico de esportes de inverno por duas vezes, que estava com 30 anos na época. 

Foi amor instantâneo. Começaram a namorar em julho. E em dezembro de 1972 se casaram. Naquele dia nevou suavemente o tempo inteiro. Foi a primeira vez que Sônia viu a neve, a querida companheira das coleções de esqui. Como neve é água em estado sólido, acredito que a superstição do "matrimonio bagnato, matrimonio fortunato" devia estar valendo. Valentino não só serviu como padrinho ("best man"), mas também criou o vestido da noiva e a dramática capa com capuz branco cujo acabamento era com pele de raposa. 

A união do casal foi em tudo: tanto nos negócios da marca, onde Sônia trabalhou com afinco, tendo até sua própria coleção e modernizando a grife, bem como na vida pessoal. Eles envelheceram juntos, tendo a filha Florinda para fazer companhia (recebeu o mesmo nome da tia atriz). Uma família feliz, unida. Assim foram até a partida dela.

Na época do falecimento Valentino se pronunciou: “Era uma grande amiga, uma menina adorável, irmã de Florinda Bolkan, quando se mudou para Roma. Nós lhe demos um emprego na boutique masculina da Via Condotti, onde ela conquistou todo mundo com seu grande sorriso! Também conquistou uma cliente especial, a Sra. [Maria] Bogner, que decidiu lá mesmo que seria a esposa perfeita para seu filho Willy! ”

“Eu fiz o vestido de noiva dela. Eu fui o padrinho de casamento dela ”, disse Valentino. “Estou terrivelmente triste. O sorriso dela sempre estará comigo.

Seguem as fotos, inclusive do local de casamento e da filha deles.











Fotos: reprodução

Compartilhe:

Postar um comentário

Site e Blog Noiva com Classe. Elegância e sofisticação ao alcance de todos. Tudo para casamentos. O blog da noiva elegante e inteligente. Todos os comentários são muito bem-vindos!
Deixem as suas opiniões aqui. São os seus comentários que incentivam a postagem constante.
MUITO OBRIGADA PELA VISITA E VOLTEM SEMPRE!

 
Política de Privacidade  |   Legal

Copyright © Noiva com Classe