sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

O Casamento de John F. Kennedy e Jacqueline "Jackie" Lee Bouvier em 1953

Jacqueline Bouvier e John F. Kennedy casaram-se me 12 de Setembro de 1953 na Fazenda Hammersmith em Newport, nos Estados Unidos. Receberam dois mil convidados para a cerimônia de casamento e a festa na fazenda. 


Falar de Jacqueline Lee "Jackie" Bouvier Kennedy, mais conhecida pelo apelido Jackie Kennedy, e mais tarde chamada Jacqueline Lee "Jackie" Bouvier Kennedy Onassis em virtude do segundo casamento é sempre um prazer.

Jacqueline tinha ascendência irlandesa, escocesa e inglesa. Embora assinasse o sobrenome francês, a ascendência francesa dela era mais distante. Os pais de Jacqueline divorciaram-se quando ela era pequena. Em sua infância aristocrática, Jacqueline tornou-se uma praticante de hipismo e desenvolveu grande entusiasmo por cavalos e competições.

Essa paixão pelo hipismo a acompanharia por toda sua vida, tendo a mesma recebido troféus e medalhas em competições. Na fazenda Hammersmith - onde ela se casou, que pertencia ao seu padrasto, ela pôde praticar bastante a equitação. Jackie amava ler, pintar, escrever poemas e tinha uma relação bem melhor com seu pai do que com sua mãe.

Nas últimas duas décadas de vida, Jackie Kennedy teve uma carreira de sucesso como editora de livros. É lembrada por suas contribuições para a arte e preservação da arquitetura histórica, e ainda seu estilo, elegância e graça naturais. Ela foi, sem dúvida um ícone da elegância e da moda, especialmente nos Anos 60.

No casamento de Jackie e John Kennedy se vê crianças a fazer travessuras como puxar a cauda do fraque de um convidado, a menina segurando um pedaço do bolo, a multidão em frente à igreja a esperar a saída dos noivos. A bagunça e comemoração dos irmãos Kennedy na mesa dos noivos e ainda a confusão para fazer as fotos com os padrinhos.

O belo casamento diurno teve clima de festa familiar e foi chic ao mesmo tempo. Este casamento poderia ser o de qualquer pessoa, ou seja, próximo da realidade da maioria das noivas. E mesmo assim foi extremamente elegante. Atenção à decoração das mesas dos convidados: simples cadeiras de armar de metal, daquelas que se encontram em qualquer barzinho de esquina e com vista para os cavalos.

Os homens estavam impecáveis com fraques, que sim, combinam com casamento no campo, em fazenda, desde com uma decoração elegante e clássica ou então com um rústico chic puxado para shabby chic. Vide a tradição dos casamentos europeus no campo e de dia. Especialmente na Inglaterra. E ainda teve o toldo listrado e a sobremesa servida dentro do abacaxi. O bolo de casamento de Jackie e John Kennedy foi colocado na mesa dos noivos e se tornou um clássico da confeitaria.

vestido de noiva de Jacqueline Bouvier foi confeccionado com tafetá marfim e com decote canoa ou também chamado ombro a ombro. Foram necessários 15 metros do tecido e demorou mais de dois meses para ser feito. Foi uma criação de Ann Lowe, uma costureira do Alabama muito popular entre a alta sociedade da época. A noiva usou um mantilha que pertenceu à sua avó.

Curiosidades: nas fotos da primeira dança é possível ver que a noiva enrolou o longo véu no braço, que é exatamente o que se deve fazer quando se quer dançar com um véu longo. O pai de Jackie bebeu demais e passou o dia todo no hotel, perdendo toda a cerimônia. Jacqueline Bouvier foi conduzida ao altar pelo padrasto, Hugh D. Auchincloss.


































Vídeo de Helmer Reenberg com cenas do casamento de Jackie e John Kennedy:



Nota: o post sofreu alterações de fotos e vídeo entre 2012 e 2014



Fotos: reprodução / Life / Getty 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são muito bem-vindos!
Deixem as suas opiniões aqui. São os seus comentários que incentivam a postagem constante.
MUITO OBRIGADA PELA VISITA E VOLTEM SEMPRE!