domingo, 6 de maio de 2012

Clodovil: vestidos de noiva

Clodovil Hernandes foi um dos estilistas mais conceituados do Brasil (1937-2009). Esta postagem é importante para que as noivas e os estilistas de agora e do futuro possam conhecer a história da moda noiva no Brasil. O estilista Clodovil foi adotado por Isabel e Domingos Hernandes, ambos imigrantes espanhóis. Por isso, ele nunca sobre suas origens. Segundo sua certidão de nascimento, nasceu em Elisiário no interior de São Paulo, em 17 de junho de 1937. 

O interesse de Clodovil por moda começou ainda criança. Dava palpites de vestuário para a mãe, as tias e as primas. Estudou em um colégio interno católico onde recebeu o apelido de "Jacques Fath", um costureiro francês famoso da época. Aos dezesseis anos, uma colega lhe perguntou por que não desenhava vestidos, embora Clodovil nem sequer conhecesse essa profissão. Pegou então uma página de caderno e desenhou onze vestidos. Em uma loja do centro de São Paulo, vendeu seis desses desenhos. Ganhou mais dinheiro do que a mesada que o pai lhe mandava, e iniciou assim sua trajetória na moda. Desistiu da Faculdade de Filosofia e conquistou seu primeiro Prêmio Agulha de Ouro em 1960. Recebeu vários prêmios e foi estilista de personalidades famosas e da alta sociedade brasileira. Ao longo dos anos 70, Clodovil disputou com Dener Pamplona de Abreu o título de "papa da alta costura brasileira". Fez os vestidos de noiva de Nice, primeira mulher de Roberto Carlos, e o vestido de Assíria, a segunda mulher de Pelé, por exemplo (veja abaixo). Vários modelos de seus vestidos de noiva e de festa são atemporais.

Segundo Gloria Kalil, Clodovil colocou um pouco de brasilidade na "alta costura" do país. "Ele acrescentou uma irreverência e um humor que não existiam. Com a mudança industrial, ele tentou fazer prêt-à-porter e até jeans, mas não deu certo. Acho que isso o deixou meio amargurado, e ele partiu para a televisão". Clodovil quis transmitir conhecimento ao público e buscou valorizar ao máximo a moda feita no país. 

Tornou-se um estilista muito conhecido no país e logo passou a trabalhar também na televisão, na qual acumulou mais de 45 anos de carreira em quase todas as emissoras de TV do país. E no final da vida entrou para a política. Clodovil foi uma pessoa polêmica com ideias por vezes contrastantes e muitas vezes equivocadas. Mas as opiniões pessoais conturbadas de Clodovil não apagam a genialidade da vida profissional deste grande estilista.


Algumas das criações do renomado estilista:















Fotos de Clodovil:

Quando criança.


Clodovil jovem.



Desenhando.



Clodovil no apartamento em São Paulo com um de seus cachorrinhos.


Já no final da vida quando foi eleito Deputado Federal.


Mais vestidos de noiva de Clodovil.



Vestido de noiva de 1992.


Mais um vestido de noiva de 1992.



Elke Maravilha com vestido de Clodovil.


O vestido de noiva de Nice Rossi, a primeira mulher de Roberto Carlos.


O vestido de noiva de Assíria Seixas Lemos, a segunda mulher de Pelé.






Fotos: Clodovil Memorial BrasilInstituto Clodovil 

Um comentário:

  1. PARABÉNS....ESTÁ LINDA A HOMENAGEM DEVIDA A CLODOVIL HERNANDES. ABRAÇOS.

    ResponderExcluir

Todos os comentários são muito bem-vindos!
Deixem as suas opiniões aqui. São os seus comentários que incentivam a postagem constante.
MUITO OBRIGADA PELA VISITA E VOLTEM SEMPRE!